SEIS BRINCADEIRAS PRÁTICAS PARA PAIS E FILHOS

Dicas de  brincadeiras práticas para ter um tempinho entre pais e filhos.

Na Semana Mundial do Brincar é claro que vamos falar sobre brincadeiras. E dessa vez sobre brincadeiras práticas e não menos importantes. Brincadeiras que trazem conexão entre pais e filhos, que demonstrem a importância da família e que contribuam para o desenvolvimento das crianças.

Dra Raquel Luzardo, nossa parceria e fonoaudióloga responsável pela clínica Fonoterapia nos deu esse super help. Olha o que ela diz e propõe que bacana.

 

 

Pensando nos momentos incríveis que podemos ter com nossos pequenos, selecionei algumas brincadeiras fáceis e divertidas para fazermos com eles e que ainda são aliadas no desenvolvimento:

 

  1. Criar histórias: A imaginação dos pequenos não tem limites. Comece uma história e deixe que eles continuem. Não coloque limites na criação deles, se preferir, inclua alguns objetos na narrativa, podem ser fantoches e bonecos ou até mesmo utensílios e objetos da casa. Vale tudo na hora de entreter e incentivá-los.

 

  1. Uma família de artistas: Separe papel, canetas coloridas, giz, tinta e o que vier na cabeça. Assim como nas histórias, deixe que a criatividade tome conta do ambiente. Sugira para as crianças que desenhe algo que estejam vivendo, pode ser uma atividade que fizeram na escola, seu brinquedo preferido ou até mesmo as pessoas da família. No final da brincadeira, vale até fazer uma exposição com as artes feitas.

 

  1. Resgatando o passado: Toda criança tem curiosidade em saber como eram os brinquedos da época dos pais, sem todas as telas e gadgets disponíveis de hoje. Que tal mostrar para as crianças como jogar bola-de-gude, ou rodar um peão. E os jogos de tabuleiro? Tenho certeza que as crianças vão adorar mandar na cidade jogando Banco Imobiliário ou conquistando o mapa com o “War”.

 

  1. Quem sou eu? Vamos exercitar as habilidades de lógica, memória e se divertir? Sentados em roda, cada participante escolhe o nome de um personagem (vale filme, desenho, artista ou quem sabe até alguém do convívio), escreve num papel e gruda na testa do participante da direita (este não pode ver o que está escrito!). O jogo começa com cada um perguntando características da pessoa, por exemplo: “Eu sou homem?” e as respostas podem ser apenas “sim” e “não”. Cada um tem uma chance de adivinhar.

 

  1. Stop! Ou Adedanha! O jogo tradicional precisa apenas de papel e caneta e é um perfeito exercício de memória e vocabulário. Os jogadores definem quais serão as categorias a serem preenchidas (nome, cor, objeto, animal, carros, cidades, etc) e escrevem no papel. Depois, sorteiam a letra e todos preenchem as categorias com palavras que tenham a inicial sorteada. O primeiro a conseguir preencher grita “Stop!”.

 

  1. Batata quente com o celular! Coloquem um celular no timer de foto e vão passando o aparelho de um para o outro. É muito divertido ver as fotos malucas q saem!!!

 

O segredo é BRINCAR!!!!!! E aí gostaram? Tem mais dicas de brincadeiras ?

Grande abraço

Renata Chiarello

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *