PRODUÇÃO DO LEITE NESTLE DE CAIXINHA

Como é produzido o leite Nestle de Caixinha, o famoso leite UHT

No fim do mês passado a convite da empresa Nestle fui ao Rio Grande do Sul, mais precisamente em Carazinho para refletir e entender de perto sobre a questão: Leite é tudo igual?

Em uma viagem de dois dias passamos por fazendas de pequenos produtores e pela fábrica para compreender e verificar todo processo da cadeia do leite até chegar a caixinha para então partir para nossas casas. Confesso que me  surpreendi muitoooo e sai maravilhada com toda experiência, eu realmente não tinha noção do quão é bonito e trabalhoso todo esse processo.

O leite líquido tem importância extremamente relevante para a alimentação da população, muitaaaa gente consome. Por isso a Nestle assume o compromisso de controle rigoroso de qualidade em todas as etapas da cadeia, para assegurar que os produtos cheguem ao consumidor final com total segurança. E pude constatar isso de perto nas fazendas. Todo  processo de ordenha é mecânico sem contato algum humano, reduzindo a quase zero o risco de contaminação. O leite ordenhado entra direto em um tanque de resfriamento e logo após vai para um caminhão também refrigerado…esse processo de climatização garante que o nível de bactéria chegue a O, sendo assim não há necessidade de conservante e o leite se mantém em condição de ser ingerido por mais tempo.

E não para por aí. Ao chegar na fábrica são realizados inúmeros testes, até um tipo de scanner do leite é feito. Ao todo são realizados mais de 500 testes em todas as etapas da fabricação com treinamento especializado para que tudo seja feito de maneira assertiva e segura. A Nestle assegura que o momento da ordenha até o envase dura no máximo 48 horas.

Agora a grande novidade é que além de não conter conservantes,  os leites de caixinha Nestle Ninho e Molico não possuem estabilizantes. Estes eram incluídos nos leites UHT para manterem o produto estável, com frescor o mais próximo possível do seu estado original. Mas segundo estudos comparativos homologados pelo Ministério da Agricultura, a qualidade do leite da Nestle é superior em critérios essenciais como contagem Bacteriana Total, contagem de células somáticas e Proteína. o que só foi obtido após início de uma jornada de melhorias há anos. Investimento alto em programas de Boas Práticas na Fazenda, assistência técnica aos parceiros, sistema de valorização da qualidade além de muitas pesquisas.

Eu vi de perto tudo isso, todo esse processo e voltei com toda certeza de que leite não é tudo igual e que devemos ter muita atenção ao que ingerimos e principalmente ao que oferecemos aos nossos filhos.

Um agradecimento enorme a Nestle que possibilitou essa experiência tão rica e que mudou minha percepção do consumo de leite de caixinha.

beijos

Renata Chiarello

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *