PATERNIDADE ATIVA

Paternidade ativa….O que é e como ser  um pai ativo?

Uma mudança significativa já pode ser vista na forma atual de paternar. Acredito que com a entrada da mulher no mercado de trabalho, muita coisa dentro de casa mudou. As responsabilidades dento de um lar passaram a ter outra divisão e homens e mulheres começaram a cooperar mais uns com os outros. E assim, quando o bebê chega pra esse casal que “faz junto”, pai e mãe se misturam na função de cuidar e amar da mesma forma.

A paternidade ativa, ainda não é uma realidade, infelizmente,  para todas as famílias. Mas estamos caminhando e já vemos muitos pais participando efetivamente do desenvolvimento de seus filhos.

Em 2014 um guia preparado pelo UNICEF começou a ser distribuído no Chile e merece nossa atenção.

Olho nas orientações do material que pode ser encontrado na íntegra AQUI.

  • Ter uma relação afetuosa e incondicional com seu filho;
  • manter uma relação que vá além do provimento financeiro;
  • participar dos cuidados diários e da criação do seu fiho, dando comida, ajudando-o a se vestir, colocando-o pra dormir e ensinando-o;
  • promover um vínculo carinhoso, de apego mútuo e de proximidade emocional com seu filho;
  • compartilhar com as mães as tarefas de cuidados com o filho e com a casa;
  • estar envolvido em todos os momentos do desenvolvimento do seu filho:gravidez, nascimento, primeira infância, infância e adolescência;
  • Incentivar o desenvolvimento de seu filho: lendo histórias, cantando e/ou colocando música, apoiando-o em trabalhos de casa brincando com ele.

O guia ainda traz uma importante ressalva que diz: ” é positivo que os casais e ex-casais aprendam a negociar as decisões de criação de seus filhos. Podemos observar que quando há menos  conflitos na relação entre os progenitores, existe uma maior participação do pai na vida da criança”.

Vale a gente lembrar que a conexão estabelecida entre pais e filhos na infância será levada pra vida adulta dos nossos filhos, auxiliando nas decisões futuras. As angústias e dúvidas sempre existirão porém é muito importante confiar na relação e nas observações…pai também tem sexto sentido. Acreditem!!!

 

Fonte : Portal EBC

 

Abraços

Renata Chiarello

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *