Papai e mamãe namorados

Eu sei, eu sei…tem um monte de gente que pensa e defende essa data como algo pura e meramente comercial. E eu é claro, também acredito que o comércio se beneficie desse dia. Mas que mal há nisso? Pensa bem, e seja bem sincera com você mesma… é bemmm gostoso ganhar um mimo/ uma lembrança ( não importa o quê) ou fazer um passeio bacana no dia 12 de junho, né?

IMG_0231

Podemos nós, papais e mamães, também aproveitar a data comemorativa para refletirmos o quanto de romance tem tido nas nossas relações. Segundo estatísticas, é muito comum a separação de casais principalmente nos dois primeiros anos dos filhos. A chegada dos bebês altera a rotina, as prioridades e muita das vezes o humor do casal. Passamos a ter um serzinho a frente de tudo…até mesmo dos nossos relacionamentos. E assumimos novas funções, somos pais e mães e sem perceber vamos abandonando outras : a de marido e mulher.

cama compartilhada

Punk esse papo? Mas fala comigo…quantas vezes depois de mãe você se irritou com um simples comentário do seu parceiro? E aquele beijo rotineiro de boa noite, esqueceu várias vezes não foi? Andar de mãos dadas? Como? Se um carrega o bebê e o outro empurra o carrinho ( sim tem horas que o carrinho só serve pra ser empurrado…o bebê dá defeito e não fica lá nem rezando). Ah, aqueles papos durante a viagem de carro enquanto ele dirige? Impossível, primeiro porque a gente (mãe) só senta no banco de traz agora e depois porque o som predominante passa a ser o da Galinha Pintadinha, Bita, Patati Patata e afins.

renata-bruno

O maior problema, na minha opinião, é que ligamos um piloto automático e vamos fazendo tudo para sermos a melhor mãe e vamos ao mesmo tempo empurrando a relação, como se essa fosse secundária em um grande processo. A maternidade (quando planejada, sonhada pelos dois)  é a condição por nós escolhida para formação de uma família. E que se decidimos juntos (pai e mãe) formá-la, devemos também nos cuidar para não nos perdermos. Os primeiros anos realmente são “Hard”, muda tudo, a gente ganha vida nova, passamos pela maior transformação humana (bom, eu acho)….Mas também podem ser aproveitados para o fortalecimento da relação, do casamento, do namoro, do convívio afetivo.

Está cansada, eu sei…eu também fico muito. Mas podemos investir em pequenos detalhes que trazem romance e vontade de ficar junto. Olhar nos olhos já pode ser um bom começo. Uma mensagem no zap, uma selfie, uma gargalhada, cortar a unha do pé….o segredo é continuar investindo na parceria, é alimentar o amor, reascender a paixão. Namore, declare-se!!!! Pais e mães felizes promovem um ambiente mais agradável para criação dos filhos e tenha certeza eles (nossos pequenos) sentem isso.

 

E aí já preparou alguma surpresinha pra hoje? Aproveitem e Feliz dia dos namorados, papais e mamães.

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Discussion about this post

  1. Alice disse:

    Ameiiii o texto!! ❤❤❤

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *