Os Desafios de uma mãe Empreendedora

      Existem encontros que sem dúvidas são programados por Deus. Eles acontecem no momento certo e com as pessoas certas. Eu e Alessandra trabalhamos perto uma da outra há bastante tempo, mas só há pouco nos encontramos de fato. Descobrimos que tínhamos muitas vontades e anseios em comum. Escrever e falar pra mães é nosso desafio prazeroso de todos os dias. Muito feliz em ter um texto da Alê aqui e poder dividir com vocês as reflexões dela.

Sua licença maternidade acaba e junto com ela, muitas vezes, acaba o sonho de continuar naquela empresa. Você passa a repensar tudo o que sempre valorizou, muda completamente a ordem de importância e ter mais tempo de qualidade ao lado da sua família passa a ser o que você mais valoriza.

Ótimo, mas como todas nós precisamos também nos resgatar, ter uma individualidade e também ter uma renda própria, você então resolve empreender. Mas engana-se quem pensa que será mais fácil do que ter um emprego, que terá mais liberdade ou que seja poético dizer que se tornou uma mãe empreendedora.

Na verdade, não há muito romantismo nisso.

Só quem já está nesse barco sabe o que é estar limpando a bagunça que seu filho fez nos últimos dias das férias escolares enquanto você tenta aplicar a técnica de respiração daquela aula experimental de ioga que você foi, para não surtar e o programador visual faz contato contigo precisando de uma aprovação naquele momento.

Ou ainda, surge uma idéia super criativa e quando vai colocá-la no papel, seu filho acorda mais cedo do que você esperava  e se joga nos seus braços com um lindo “Bom Dia!” Pronto, a partir de então a idéia fica na sua cabeça o dia todo até você colocá-lo para dormir à noite e finalmente poderá retomar o assunto, mas rezando para aquela inspiração não ter sumido.

É, vida de mãe empreendedora precisa de mais disciplina do que qualquer outro perfil empreendedor, porque a mãe que empreende não abre mão dos momentos mais preciosos ao lado dos seus filhos, vai muito além disso, muitas vezes a razão para empreender são os próprios filhos!

A organização do tempo é o melhor amigo da mãe que empreende e aquelas horinhas que o filho está no colégio são preciosas para você se jogar de cabeça e realizar tudo a tempo. E o que não foi concluído? Fica para o dia seguinte, afinal de contas, é hora de dar atenção para a família! Portanto, estabelecer prioridades é fundamental.

Mas o bom é que sim, os seus filhos são a razão e o combustível para continuar, inovar e te inspirar nesta jornada empreendedora.

E eu estou contigo nessa, aliás, todas estamos!

E você? Vamos empreender?

Alessandra Bandeira, publicitária, mãe da Maitê e empreendedora.

Blog: maiterapia.com.br

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *