MATERNIDADE E DESCOBERTAS

Perguntas poderosas nos mostram a maternidade como excelente oportunidade de autoconhecimento. 

 

Chegou o bebê e com ele uma imensidão de dúvidas, não é mesmo? Com certeza você já ouviu alguma mãe falando sobre isso e é bem verdade. A gente ganha o bebê e mais um monte de pontinhos de interrogação na cabeça. Mas além delas vem também  grandes certezas: nada mais pode ser mais ou menos, precisamos de autoconhecimento, viveremos as descobertas de mãe.

Sempre fui aquela pessoa, mulher super decidida, cheia de atitude e coragem, mas bastou receber a Betina nos braços para várias coisinhas darem um nó. Meus pensamentos mudaram de uma hora para outra e me vi refém de mim mesma rapidamente. Muita coisa perdeu sentido pra dar lugar ao que realmente importa hoje. Chamo essa transição de mágica da maternidade.

Na minha profissão estudo muito comportamento, principalmente o materno e claro que fui alvo de autocoaching, afinal sou um laboratório do que falo, estudo e escrevo. E várias descobertas tem me acontecido. A principal delas é que o que norteia a maioria das reações e ações das mães é que tudo tem que ter próposito, nada mais pode ser por acaso ou mais ou menos.

Os conflitos e dúvidas internas começam a passar pelo nosso autofiltro do “vale a pena”. Todas as nossas relações sejam elas de amizade, afetiva, familiar, convívio e de trabalho tem que valer a pena, tem que de fato nos preencher. Recebemos o que de mais precioso a vida pode nos dar que é um filho e não dá mais pra perder tempo com o que não nos edifica e desenvolve.

Agora somos responsáveis por um serzinho que daqui a pouco estará colocando suas vontades em prática e que fará parte da sociedade. Olha que “punk” e poético ao mesmo tempo: estamos formando a humanidade. Louco né? E por isso o não perder tempo, por isso a busca por qualidade em tudo que fazemos, mostramos e passamos.

A maternidade nos faz questionamentos diário, nos coloca à prova sempre. Mas com isso também nos desenvolve e faz com que busquemos uma melhor versão de nós mesmas. Faz com que encontremos nossa verdadeira missão e propósito pra vida.

Pode parecer profundo mas dá pra começar a fazer várias perguntas na frente do espelho e assim começar a construir no pensamento o que queremos de nós mesmas.

5 Perguntinhas poderosas:

1 – Por que e para que acordamos todos os dias?

2 – Qual a diferença que você quer fazer na sua vida e na do outro?

3 – Quem você é?

4 – como você se enxerga no futuro?

5 – Pra quem você quer ser cada vez melhor?

Não tenha pressa para responder, podem ser feitas e refeitas sempre. O importante é tentar se autoconhecer para cada vez mais ter a certeza de quem se tornou o quer se tornar.

 

Ah e não se cobre tanto, aos poucos a gente vai se encontrando…o importante é não esquecer de nos procurar.

 

Beijos, Renata Chiarello

 

Ah, esse meu textinho  também na íntegra no blog Sisters & Mommies

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *