MALA DE VIAGEM DAS CRIANÇAS

​Dicas de como arrumar a mala de viagem das crianças

 

Destino escolhido, roteiro revisado, chegou a hora menos empolgante, pra não dizer a parte chata (pelo menos pra mim…srsrs)…arrumar as malas. Aff!!!! Para ser bem sincera essa sempre foi a parte mais complicada dos passeios. Nunca achei essa tarefa legal. Mas enfim, como viajar é um prazer que não quero abrir mão (aliás, de jeito nenhum), tive que começar a entender e lidar melhor com esse procedimento. Ainda mais agora que carregamos uma menininha, nossa filha Betina de 3 anos, para lá e para cá.

​Preparar bagagens para crianças nem sempre é uma tarefa fácil, mas podemos sim simplificar. É fato também que demorei um pouco para me ajustar e ter destreza nessa hora. Mas sabe o que me ajudou?  A prática…rsrsr. Isso mesmo, quanto mais viajo melhor bagagem tenho, simples assim. Viajar muito é a melhor forma de aprender a fazer malas.

​Falo isso porque errei muito nas primeiras vezes. Nossa quanto peso desnecessário, quanto espaço no bagageiro gasto com nada útil para aquele passeio. Mas foram importantes esses deslizes para me conscientizar do que realmente levar nas malas da Betina. Para facilitar, agora sigo um ritual, não que eu seja organizada, mas é para não esquecer nada e para otimizar mesmo meu tempo. Dá uma olhada em como me planejo e quem sabe isso não te ajuda nas próximas viagens.

Primeira coisa a fazer é verificar a temperatura local do destino e pesquisar sobre características do clima,como rotineira oscilação brusca de tempo por exemplo(existem aplicativos de celulares para nos dar esse help). A partir daí, relacionar que tipo de atividades (ar livre, caminhadas, parques, shoppings) que estão no roteiro. Pronto, com essas informações já conseguimos definir que tipo de roupa e calçados deverão embarcar.

Primeiro exercício feito é hora da prática…Vamos então, arrumar as malas com um lembrete importantíssimo: excesso de bagagem é pago, então contenham-se!!!!!

Antes de guardar as roupas, separe tudo que vai levar em cima da cama. Assim a gente consegue ter uma visão geral de tudo que está indo. Fica mais fácil perceber exageros.

Uma boa idéia é separar as combinações que serão usadas por dia (ex: camiseta, calça, meia, cueca/calcinha) em saquinhos plásticos (que servirão para roupa suja na volta);

Conforto e versatilidade são palavras de ordem na hora das escolhas. Tecidos leves que dêem mobilidade para criança e que não pesem na mala (pense em fazer rolinhos para melhor acomodar as roupinhas nas bolsas de viagem). Peças de malha e que funcionem como sobreposição são ótimas opções, pois assim dá para ter verão e inverno em uma mesma combinação.

Exemplos: _  cardigans, aquele famoso casaquinho da vovó ou vovô, são ótimos pra carregar, fazem pouco volume, protegem de uma possível mudança de tempo e se esquentar é só amarrar na cintura.

_ underwear e meia-calça. Inclusive, para as mamães de meninas: meia-calça é vidaaaaa. Quase não ocupa espaço, fica um charme e é uma das peças mais versáteis que podemos colocar em uma mala.

_ calça/ short jeans dá para repetir várias vezes. Então pense que essas escolhas ajudam a economizar espaço.

 

Diminua calçados e acessórios. Eu sei que ás vezes é mais forte a vontade de colocar mais um sapatinho, um lacinho, um boné. Mas nessa hora escute bem alto a consciência: Peso “is Money”. Um tênis e uma sandália aberta (que vai servir como chinelo) são suficientes, pode ter certeza.

 

Cuidados pessoais só o necessário para usar durante o passeio. Nada de levar o armário do banheiro, hein?! O melhor mesmo, são as embalagens miniaturas. (costumo guardar amostras grátis para usar nas viagens, #ficaadica). Ah, se a criança ainda usar fraldas, leve só as noturnas que absorvem melhor xixi e assim a chance de vazar, molhar, sujar a roupa é menor.
Se a viagem for muito longa, pense e pesquise a possibilidade de lavar roupas no local se for preciso. Crianças se sujam com muita facilidade e ter uma lavanderia como recurso pode ser uma mão na roda.
Nunca esquecer que a bagagem mais importante nas viagens com crianças é a mala de mão. Ela é o SOS de toda viagem.

 

Sim, dá um certo trabalhinho. Uma insegurança até, nas primeiras vezes. Mas vai ficando mais fácil com o tempo e com a repetição. O importante é fazer e desfazer mala, o interessante é que essa tarefa seja ponta pé para passeios lindos, para experiências enriquecedoras, para desbravar, conhecer e mostrar o mundo para nossos filhos.

 

Beijos e boa viagem

Renata Chiarello

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *