Doença mão-pé-boca: orientações importantes!!!!!

Orientações importantes sobre a doença mão-pé-boca, o que a gente precisa saber sobre a síndrome comum na infância.

Esses dias o pai da B chegou em casa desesperado me perguntando se eu sabia de uma doença que estava se espalhando nas escolas/creches e causando feridas no rosto, pés e mãos das crianças.  Alguém do trabalho dele estava passando por essa situação com o filho.

É claro que meu sinal de alerta acendeu e eu fui logo procurar nossa parceira Dra Fernanda Catharino, pediatra aqui em Niterói e autora do blog COLO DE PEDIATRA.

Dá uma olhada nos esclarecimentos e orientações importantes que ela nos trouxe sobre a tal síndrome mão-pé-boca.

 

A síndrome mão-boca-pé é causada pelo vírus Coxsackie e se caracteriza justamente por causar lesões em mãos, boca e pés.

O coxsackie é um vírus que é facilmente transmitido pela saliva, espirros, tosse e ainda pelas fezes de pessoas infectadas. Assim, a forma de transmissão mais comum é através de mãos sujas, contato direto com alguém infectado, e falta de atenção à higiene das mãos após a troca de fraldas. É muuuuito comum essa época do ano e também onde encontramos aglomerações de crianças… tipo creches e berçários.

Nessa doença viral, após um período de febre baixa ou até mesmo sem febre, ocorre irritabilidade e falta de apetite e aparecem lesões vesiculares na boca, que se rompem facilmente se transformando em úlceras dolorosas. As lesões nas extremidades acometem dedos, dorso e palma das mãos e planta dos pés. Em lactentes é bem frequente ocorrerem lesões em região perianal. As lesões somem e não deixam cicatrizes!

O tratamento da SMPB é basicamente sintomático e TODA atenção deve se voltar para HIDRATAÇÃO DA CRIANÇA! Bastante atenção, colo e leite materno ajudam muito…. A SMPB tem uma duração de 5 a 7 dias e por ser uma doença infecto contagiosa, a criança deve permanecer afastada da creche ou escola!

Consulte seu Pediatra assistente sempre!

 

Apesar do susto que a doença mão-pé-boca traz por conta das feridas, o importante é manter a calma, procurar o pediatra, seguir as orientações, avisar a escola, caprichar na higiene e hidratação que em alguns dias tudo vai voltar ao normal.

Ficou alguma dúvida? Manda pra gente!!!!

Beijos

Renata Chiarello

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *