DEPOIMENTO DA MAMÃE JÚ

     Nossa convidada de hoje é a tia Jú, isso a tia da música que alegra e encanta as quintas-feiras da B. Uma profissional ímpar que transborda amor no que faz, de uma dedicação exemplar e que abriu pra gente um pouquinho da sua vida. Muito feliz em poder dividir aqui o depoimento da Jú e quem sabe ajudar e encorajar outras mamães. Obrigada pela confiança, Jú!!!

 

          Antes da maternidade eu já era psicóloga, entretanto numa área completamente diferente da que me encontro hoje e muito feliz. Eu era profissional de RH há 10 anos. Depois que virei mãe, apesar da minha paixão pela profissão, meu amor pelo meu filho falou mais alto.

Pronto! Me vi num impasse. O que fazer? Foi aí que decidi esperar meu filho completar 1 ano. Lucas completou 1 e nada da vontade de voltar ao trabalho. As minhas vontades foram mudando junto com as minhas prioridades. Surgiu o desejo de fazer especialização em psicologia infantil e assim, eu fiz. Duas! Psicopedagogia e Educação Infantil e Desenvolvimento. Uma seguida da outra!

Logo depois, veio a vontade de  trabalhar com crianças. A música? Também, veio por influência do meu filho. Lucas era apaixonado por instrumentos e música (hoje diminuiu, mas ainda gosta). Então, busquei profissionais da música (já que não toco instrumento nenhum) para trabalhar o desenvolvimento infantil através da musicalização. E aqui estou, dia após dia aprendendo mais com as crianças. Dia após dia, me aperfeiçoando mais e ganhando mais confiança e espaço!

Estimular, acompanhar e ser surpreendida pelo tamanho desenvolvimento que a criança tem através da música é, simplesmente, fascinante!

A música é uma linguagem universal. Uma linguagem comum a todas as pessoas, facilitando transmitir emoções e/ou sentimentos. A musicalização é uma ferramenta poderosa de trabalho com crianças, adolescentes, adultos e idosos. Entretanto, fico como a primeira infância (minha área de especialização). É na primeira infância que se aprende mais e melhor e é através da música que consigo trabalhar outras áreas com os pequenos, principalmente atrelado a atividades psicopedagógicas. As experiências musicais na infância têm grande importância para o desenvolvimento das capacidades sensoriais em geral da criança. Interação, linguagem, atenção, concentração, cognição, memória, imaginação são alguns dos pontos a serem desenvolvidos.

Daí eu me pergunto: Vontade de voltar para Recursos Humanos? Não, nenhuma! Hoje meu filho tem 4 anos e não pretendo trocar de área. Agradeço todos os dias, pois foi por ele que tiver toda essa coragem de virar em 360º minha vida profissional, me tornando mais feliz profissionalmente e tendo um horário flexível para me dedicar a ele.

 

 

Juliana Serpa Kikuti, psicóloga e psicopedagoga, especialista em Educação Infantil e Desenvolvimento, e mãe do Lucas.”

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

2 Discussion to this post

  1. felipe disse:

    Gostei muito do que li aqui no seu site.Estou estudando o assunto,Mas quero agradecer por que seu texto foi muito valido. Obrigado 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *