A ESCOLHA DA PRIMEIRA ESCOLA

Não teve jeito, por mais que a gente tenha adiado a entrada da B na escola, chegou a vez dela começar a vidinha escolar. Na verdade, ela já teve uma experiência anterior com mais ou menos 1 aninho em uma creche que foi super positiva, mas preferimos não deixar que ela continuasse (bom conversa longa pra outro post).

Primeiro dia de aula

B acabou de fazer 3 aninhos (20/01/2018) e começamos no fim do ano passado a procura pela “escola ideal” pra ela. Não é fácil viu?…são tantas questões que vem a tona..aff. Mas entrar pra escola é necessário, faz parte do desenvolvimento e insere nossos filhos em um outro meio social além do familiar e vizinhaça.

Bom, e aí como escolher? Afinal em muitos casos as crianças irão ficar mais tempo ativo na escola do que em casa, né? Não tem muito segredo nem dica mirabolante: PESQUISA. Exatamente, pesquisem!!!! Procurem referências com mães de alunos, na internet. E o mais importante: VISITA à escola. Isso é primordial.

Muitas questões precisaram ser pesadas aqui em casa e acredito que na maioria das famílias seja assim. Localização, pra nós o quanto mais próximo de casa melhor, pois moramos em uma cidade de trânsito intenso e de violência rotineira. Só de pensar a B em um transporte escolar cruzando a cidade já me dá coceira…kkkk. Nosso ponto de partida foi esse: LOCALIZAÇÃO.

Depois disso, listamos as escolas próximas e começamos a fazer a pesquisa de CUSTO. Lógico que quero o melhor pra educação da B, mas também tenho que trabalhar com as nossas possibilidades financeiras, ficar dentro da nossa realidade. Já tínhamos um pouco de noção e colocamos uma margem, de x a x que  poderíamos pagar e ai já fomos fazendo um filtro nas instituições listadas.

Com os nomes na mãos, tinha chegado a hora de conhecer de perto, ao vivo e verificar com nossos olhos as indicações, referências e propostas educacionais. E assim fizemos…mas confesso que logo já me apaixonei por uma ou duas e nem consegui mais prestar a atenção nas outras. Fui nessas em horários alternados e aproveitei a companhia de pessoas diferentes para que pudesse ter outra visão e opinião. Conversei muito sobre a dinâmica e funcionamento da escola e com muita segurança (pelo menos por hora) fizemos a nossa escolha.

Além de todo esse passo a passo, também entrou em discussão a METODOLOGIA de ensino… mas como esse assunto também considero muito especial, vale um post só pra ele e teremos.

Enfim estamos muito animados e confiantes com essa nova fase. Acredito muito no nosso feeling de mãe…acho que conseguimos enxergar além e o fato de ter me sentido muito bem e a acolhida pesou na decisão. Não concordo que uma escola cara e da moda seja sempre o melhor para nossos filhos. Tenho mais confiança no encontro de ideologia e filosofia entre escola e família e é isso que estamos buscando. É claro que podemos ter cometido um engano, mas só saberemos depois de ter experimentado. Estamos muito ansiosos e aos poucos vamos dividindo aqui.

E por aí, todo mundo na escola? Estão  na fase da escolha e adaptação? Vamos trocar!!!!!

 

Bjos, Renata Chiarello

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *