A ESCOLHA DA MATERNIDADE

São muitas as escolhas que fazemos durante a gestação. Escolhemos o nome do bebê, as cores que vamos utilizar no berço, o tipo de parto (bom, era pra escolher…kkk), o futuro pediatra, a marca da mamadeira e é muito comum a maternidade, o hospital ficar por último.

 

Eu tive um pouco de sorte nesse aspecto, pois na época da minha gravidez eu ainda trabalhava na indústria farmacêutica e era comum visitar e conhecer os hospitais. Já havia entrado em praticamente todos da minha cidade e tinha minhas preferências. Mas como tive uma gravidez de alto risco era preciso uma decisão bem acertada.

Primeiro passo foi conversar com minha obstetra que de cara já me deu duas opções e motivos junto. Confiança no hospital e intimidade com o local, nada novo pra ela que já opera muito nas opções. Mesmo assim ela me deixou muito à vontade pra opinar.

Segunda atitude foi visitar, agora como paciente e não mais profissional ligada a saúde. Olhei tudo com muito detalhe e tirei todas as minhas dúvidas. Falamos sobre possibilidades “estranhas” (sim, eu tinha chance de uma hemorragia no parto) e de como reverter alguma possível intercorrência.

E agora o terceiro passo era decidir…. vou confessar que não foi difícil e que usei meu sexto sentido, meu feeling. Apesar de ser uma indicação da minha médica, não me senti confortável e acolhida em uma das opções que ela havia apresentado . Diferentemente da maternidade onde ganhei a B. Entrei, senti uma coisa boa, uma calma, uma paz e era tudo que eu precisava para que ficasse o mais tranquila possível no momento do parto.

Cesariana tranquila – 20/01/2015

Foi justamente o que aconteceu, tive um parto muito tranquilo apesar dos cuidados especiais. Estava segura e isso com certeza fez toda a diferença.

Então, já mamães ou futuras não deixem de conversar com seus obstetras e de visitar os possíveis hospitais. Tirem as dúvidas, conheça a fundo aquele que será o lugar da chegada do bem mais precioso de nossas vidas.

 

Beijos e boa escolha!

Renata Chiarello

Renata Chiarello

Oi, eu sou Renata Chiarello mãe da B. Uma mãe que alterna loucura e equilíbrio (afinal qual mãe não é assim, né?). Uma mãe que quer desvendar e mostrar o mundo. Uma mãe que descobre todos os dias, de diferentes formas, as maravilhas e dificuldades que a maternidade traz.

Related Posts

Comentários sobre este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *